Danny Sustentável

28 de maio de 2023

O que é neutralização de carbono CO2?

en https://www.danny.com.br/public/files/Neutralização-de-Carbono-blog-Danny-Sustentavel.jpg

Neutralização de carbono

A neutralização de carbono é um processo que tem como objetivo equilibrar as emissões de gases de efeito estufa (como o dióxido de carbono) geradas por atividades humanas, alcançando um balanço líquido zero de emissões. Para atingir essa neutralidade, indivíduos, empresas ou governos devem tomar medidas para reduzir suas próprias emissões e compensar o restante por meio de investimentos em projetos que reduzam ou removam gases de efeito estufa da atmosfera.

 

Como neutralizar carbono?

Medição das emissões de gases

A indústria deve medir e quantificar suas emissões de gases de efeito estufa, considerando todas as fontes relevantes, como produção, transporte, uso de energia e resíduos. A medição das emissões é o primeiro passo para entender e gerenciar o impacto ambiental de uma empresa, especialmente no que diz respeito às emissões de gases de efeito estufa (GEE). Essa etapa é fundamental para estabelecer metas de redução e planejar estratégias de mitigação e neutralização de carbono.

Estabelecer metas de redução de gases poluentes

Com base na análise das emissões, a indústria deve estabelecer metas de redução realistas e possíveis de acordo com o setor e as atividades exercidas, as regulamentações e os objetivos de sustentabilidade.

Implementar medidas para redução destes gases poluentes

A indústria deve adotar estratégias para reduzir suas emissões de gases de efeito estufa, como a transição de energias que envolvem queima de combustíveis fosseis para energias renováveis, redução de matéria prima no uso dos produtos, e modificação em processos que envolvam a queima de combustíveis fosseis são exemplos de como as empresas podem fazer para reduzir o CO2 na atmosfera.

Compensar o restante das emissões de gases poluentes

Reduzir a emissão é importante, no entanto, é impossível fazer processos industriais sem gerar qualquer tipo de impacto ao meio ambiente, por isso, o restante das emissões de CO2 que não puderem ser encerradas, a indústria deve compensar através da aquisição de créditos de carbono. Esses créditos são obtidos a partir de projetos que diminuem ou removem gases de efeito estufa da atmosfera, como reflorestamento, conservação de florestas, geração de energia renovável e melhorias na eficiência energética.

 

Diferença entre compensação ou neutralização de carbono?

Os termos "compensação de carbono" e "neutralização de carbono são usados como sinônimos um do outro, mas existe uma diferença entre as duas práticas.

A compensação de carbono é o processo de investir em projetos e ações que reduzem emissões de gases de efeito estufa, como CO2, da atmosfera. A compensação pode ser feita através do financiamento de projetos de reflorestamento, captação e armazenamento de carbono, e uso de energia limpa e renovável. A compensação de carbono visa equilibrar parte ou todas as emissões geradas por atividades humanas e contribui para a redução do impacto global dessas emissões no meio ambiente. 

Já a neutralização de carbono é um passo além da compensação. Envolve a análise e quantificação das emissões de gases de efeito estufa geradas por uma atividade, empresa ou produto, seguida pela implementação de medidas para reduzir essas emissões e compensar o restante por meio da compra de créditos de carbono. O objetivo final da neutralização de carbono é atingir um balanço líquido zero de emissões de gases de efeito estufa, ou seja, as emissões geradas são igualmente compensadas por reduções ou remoções equivalentes de gases de efeito estufa.

A compensação de carbono está focada em equilibrar as emissões através de investimentos em projetos que reduzem ou removem os gases de efeito estufa da atmosfera, enquanto a neutralização de carbono visa alcançar um balanço líquido zero de emissões, combinando a redução de emissões com a compensação.

 

Créditos de carbono

Os créditos de carbono são instrumentos financeiros que representam a redução ou remoção de uma tonelada métrica de dióxido de carbono (CO2) ou seu equivalente em outros gases de efeito estufa da atmosfera. Eles são gerados por projetos com o objetivo de diminuir as emissões de gases de efeito estufa ou aumentar a remoção desses gases, como reflorestamento e a conservação de florestas.

Os créditos de carbono têm como objetivo incentivar a redução das emissões de gases de efeito estufa e ajudar a combater as mudanças climáticas. Eles funcionam como uma moeda no mercado de carbono, permitindo que indivíduos, empresas e governos compensem suas próprias emissões, investindo em projetos que resultem em reduções equivalentes de emissões. Estes, são verificados por entidades independentes que asseguram a integridade, transparência e rastreabilidade dos projetos e das reduções de emissões. Esses verificadores seguem padrões e metodologias estabelecidos por organizações reconhecidas internacionalmente, como a Neutralize Carbono 

É importante notar que a compra de créditos de carbono não substitui a necessidade de reduzir as emissões de gases de efeito estufa diretamente. Os créditos de carbono devem ser vistos como uma ferramenta complementar aos esforços de redução e transição para uma economia de baixo carbono.

 

Por que a neutralização de carbono é importante para indústria?

A neutralização de carbono é importante para a indústria por motivos ambientais, econômicos e sociais, pois contribui para o combate às mudanças climáticas, melhora a imagem da empresa, atende às demandas dos stakeholders, estimula a inovação e a eficiência, e ajuda a gerenciar os riscos associados às mudanças climáticas.

Ao neutralizar o carbono, a empresa ajuda a reduzir o impacto das emissões de gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono, que são os principais responsáveis pelas mudanças climáticas. Ao atingir um balanço líquido zero de emissões, a indústria pode contribuir para a estabilização da concentração desses gases na atmosfera, o que é crucial para limitar o aumento da temperatura global e os efeitos negativos das mudanças climáticas.

A busca pela neutralização de carbono estimula a indústria a adotar práticas e tecnologias mais eficientes e sustentáveis, o que pode levar a economias de custo e a maior competitividade. A inovação e o desenvolvimento de soluções de baixo carbono podem gerar novas oportunidades de negócio e crescimento.

Além disso, a neutralização de carbono é um componente importante das iniciativas de responsabilidade ambiental, social e de governança (ESG) das empresas. Demonstra um compromisso com a sustentabilidade, a ética e o cuidado com o meio ambiente, o que pode melhorar a imagem da empresa, fortalecer a marca e aumentar a fidelidade dos clientes e a confiança dos investidores.

 

A busca pela neutralização de carbono é um fator de extrema importância para construção de um planeta sustentável. Busque incluir ações no seu dia a dia de trabalho que reduzam as emissões e colabore para o movimento da indústria brasileira ecológica. Veja outros conteúdos do blog Danny Sustentável.