Atendimento Nacional (11) 3133.5766
Médico atendendo paciente

Conheça as 6 doenças ocupacionais mais comuns e saiba como preveni-las

As doenças ocupacionais são um dos principais problemas que impactam no afastamento dos funcionários e prejudicam sua produtividade. E, apesar de todos os esforços dos setores, dos profissionais da área e das regras rigorosas para mitigação de riscos ocupacionais, a incidência destes acidentes ainda possuem altos índices que exigem atenção.

Assim, é importante conhecer um pouco mais sobre o que são as doenças ocupacionais, as mais comuns e os pontos principais para prevenir a sua ocorrência. Contar com o EPI correto e um parceiro de confiança é uma ótima forma de manter a segurança e qualidade do ambiente.

Quer saber mais sobre as doenças ocupacionais e como preveni-las? Continue acompanhando nosso artigo e descubra!

O que são as doenças ocupacionais?

Doenças ocupacionais são aquelas associadas ao exercício do ofício do trabalhador e às suas condições de trabalho.

Este pode ser considerado como um termo genérico para caracterizar as doenças profissionais e as doenças de trabalho. Existe, inclusive, a Lei 8.213/91 que diferencia o agente causador de cada uma das doenças.

As principais doenças ocupacionais

É importante conhecer quais são as principais doenças ocupacionais para conseguir definir melhores formas de prevenção e mitigação das suas causas. Existem alguns pontos relevantes na hora do entendimento entre a doença profissional e a doença do trabalho:

  • doença profissional: aquela desencadeada pela realização das tarefas e atribuições do funcionário, constando na lista elaborada pelo Ministério da Previdência Social;
  • doença do trabalho: não é específica de uma função, atividade ou profissão, sendo que a sua origem vem destas atividades executadas.

Segundo a Lei 8.213/91, as doenças ocupacionais são equiparadas aos acidentes de trabalho para fins fiscais e previdenciários. Por isso é tão importante o uso do EPI adequado para a realização das atividades.

Lesão por Esforço Repetitivo (LER)

A LER é uma das principais doenças ocupacionais, causada pelo exercício prolongado e repetitivo. Com isso, o empregado passa a ter sua capacidade produtiva reduzida. Por ser uma doença, muita das vezes silenciosa, a constatação pode ser tardia, e quando descoberta pode levar à aposentadoria por invalidez.

Para isso é importante que a prevenção seja diária no ambiente de trabalho, tais como: adequação do ambiente de trabalho, reduzir número de repetições com pausas, exercícios específicos e o incentivo a prática de atividades físicas também são eficazes.

Distúrbios Osteomusculares relacionados ao Trabalho (DORT)

O DORT pode ter alguma semelhança com a LER, mas está relacionado com a postura inadequada exercida de forma contínua. Um ponto importante é que os distúrbios osteomusculares é uma doença ocupacional que só pode aparecer no ambiente de trabalho, a partir de condições inapropriadas.

A prática de atividades físicas e o fortalecimento da musculatura são ótimas formas de prevenção. O uso de cintas ergonômicas também é uma ótima opção para quem está com DORT.

Dermatose ocupacional

Esse tipo de doença ocupacional tem como característica principal as alterações na pele e nas mucosas. Uma de suas causas é a exposição a agentes nocivos durante a execução das atividades relacionadas ao trabalho. O uso do EPI de forma correta é a melhor forma de prevenção desse tipo de doença ocupacional.

Asma ocupacional

Já a asma ocupacional é uma das doenças ocupacionais causadas pela inalação de agentes tóxicos. Isso se dá devido à obstrução das vias respiratórias por poeira ou substâncias como:

  • algodão;
  • madeira;
  • borracha. 

Aqui o uso do EPI correto é a forma mais eficaz de prevenir esse tipo de doença.

Perda auditiva

A perda auditiva, tanto de forma total ou parcial, se dá a partir da exposição do funcionário a ruídos constantes. Ela pode começar de forma imperceptível e ocorrer lentamente. Com isso, é importante se preocupar com o uso do EPI de forma adequada e com exames preventivos periódicos para acompanhamento.

Doenças psicossociais

Já esse tipo de doença ocupacional tem relação com os problemas emocionais e sociais que atingem os empregados. Alguns exemplos são a depressão ou a síndrome de burnout. Para prevenir essas doenças psicossociais é importante identificar ambientes onde há pressão constante que afetam o estado emocional dos trabalhadores.

Conte com a Danny EPI para te ajudar!

Conhecer as principais doenças ocupacionais é uma ótima forma de identificar situações perigosas para os funcionários e entender o que os leva a esse tipo de problema. Assim, consegue-se promover um ambiente seguro e de qualidade para a execução das atividades.

Utilizar o EPI correto é uma das melhores formas de prevenção das doenças ocupacionais, de modo a evitar acidentes de trabalho. Assim, poder contar com um parceiro de confiança como a Danny EPI é fundamental para qualquer negócio.

Gostou desse conteúdo? Então, acompanhe as redes sociais da Danny EPI e fique por dentro das nossas novidades. Estamos no Facebook, LinkedIn, Instagram e YouTube.

Conheça as 6 doenças ocupacionais mais comuns e saiba como preveni-las

Categorias