Atendimento Nacional (11) 3133.5766

As 10 práticas que vão reduzir em 90% os acidentes de trabalho da sua empresa

Para nós, profissionais da área de SST, reduzir acidente é na pratica uma espécie de mantra, que repetimos diariamente e isto vale para qualquer empresa, desde o microempreendedor até uma multinacional.

Esta missão não é nos passada apenas por força de lei, ao trabalharmos para atender as exigências legais em vigor, mas uma missão ao valorizarmos a vida de cada colaborador que está sob nossos cuidados.

Vamos falar um pouco sobre como reduzir os índices de acidentes e, também dos quase acidentes, lembre-se, é muito importante fazer esta medição também para que possa atuar previamente.

Sem mais delongas, conheça agora 10 práticas de segurança do trabalho que sua empresa deve adotar para garantir a segurança e saúde de seus colaboradores.

 

1 – Capacitação e reciclagem

Não se enganem, a capacitação deve ser algo perene em nossas vidas, mesmo para temas que podem ser considerados já esgotados, pois já foram passados anteriormente ao colaboradores, é importante manter estes vivos através de reciclagens e de novas formas de se abordar o mesmo tema. Treinamento de segurança, procedimento seguro, uso de ferramentas e EPIs são vitais para evitar acidentes. Este tipo de ação ainda ajuda a melhorar a cultura de segurança de sua empresa.

 

2 – Foco na sua atividade

Manter-se focado em sua atividade pode ser um desafio nos dias de hoje. O excesso de informação, smartphones sempre disponíveis, conversar paralelas, entre tantos outros fatores que nos fazem por vezes perder a concentração no que estamos fazendo e desviar nosso foco da nossa atividade. Estes são vilões muito fortes quando falamos de acidentes, o descuido de um segundo para um motorista de caminhão que trafega em uma estrada a 100Km/h pode significar invadir a pista contraria e causar um acidente grave. Trabalhe ações que ajudem os colaboradores de sua empresa a se manterem focados quando estão exercendo suas atividades.

 

3 – EPIs: Qualidade e confiabilidade

Os EPIs são indispensáveis para garantir a segurança quando não é possível implementar barreiras físicas, sua função é evitar ou minimizar os efeitos de uma acidente. Não deixe de fazer uma vistoria em seus EPIs antes de utilizá-los, tenha certeza de que estão em condições de uso. Bons EPIs garantem mais segurança e mais conforto, melhorando o dia a dia do colaborador.

 

4 – Manutenção preventiva

A manutenção preventiva e a avaliação sazonal das ferramentas utilizadas em nossos processos fabris devem ser uma constante, equipamentos em más condições de uso e sem calibragem, representam um alto risco a saúde e a vida das pessoas.

 

5 – Atuação diante a situações de risco

A forma e agilidade com que reagimos a situações de risco faz toda a diferença para evitar que um quase acidente se transforme em uma acidente real. Estabeleça protocolos e os divulgue largamente para que todos possam saber como proceder quando se depararem com uma situação de risco.

6 – Garanta dos direitos previstos em lei

Hoje o conhecimento sobre a legislação trabalhista é bem difundido, podemos perceber pelo cenário atual que o conhecimento sobre seus direitos é bem comum entre os colaboradores de quaisquer setores. Isto de certa forma facilita nosso trabalho, mas é importante garantir sempre que este colaborador saiba seus deveres para com a empresa, sua segurança pessoal e coletiva, trazer estas informações de forma estruturada gera credibilidade e auxilia no desenvolvimento de uma cultura de segurança forte.

7 – Cuidados com a saúde

Colaboradores saudáveis, plenos em suas condições físicas e mentais, isto é o que queremos! Para isso é importante estar atentos aos controles sazonais do PCMSO e também ao dia a dia de cada um. A instrução aos líderes e a manutenção de canais de relacionamento aberto com os colaboradores deve ser uma constante. Isso faz toda a diferença!

 

8 – Condições de segurança, asseio e organização

Manter os locais de trabalho, quadros de ferramentas e bancas limpos e organizados deveriam ser rotina, mas no dia a dia vemos que muitas empresas pecam neste aspecto. Um ambiente organizado ajuda a evitar acidentes e garante mais produtividade aos colaboradores e um melhor retorno à empresa. Implementar e/ou revisar o programa 5S pode ajudar muito a reduzir acidentes.

 

9 – Desenvolver prevencionistas

Se tornar um prevencionista é relativamente fácil quando entendemos os riscos aos quais estamos expostos, multiplicar isso já não é tão simples assim. Ações que estimulam esses cuidados e este tipo de olhar são importantes para se melhorar uma cultura de segurança e garantir resultados consistentes por muito tempo.

10 – Cumprimento das obrigações legais

Nossas ações de proteção e prevenção de acidentes e da garantia da saúde dos colaboradores da empresa devem ser pautadas no cumprimento da legislação vigente. Temos uma série de leis, normas regulamentadoras e procedimentos que vêm sendo adotados e cumpridos. Um fato relevante é que vemos no mercado empresas que gastam mais com processos trabalhistas envolvendo o descumprimento destas normas do que investindo em bons EPIs ou em ações de cultura de segurança. Ao atender todas as obrigações legais e evitar acidentes entregamos não só nossa missão como profissionais da área de SST, mas também um retorno financeiro positivo a empresa. Não deixe de demonstrar isso aos seus superiores, esta visão se bem demonstrada, com fatos e dados vai garantir mais investimento na área e um engajamento maior da alta liderança.

 

Esperamos que estas dicas possam te ajudar no dia a dia e trazer um olhar mais assertivo sobre a segurança dentro da sua empresa.

 

Não deixe de nos acompanhar!

As 10 práticas que vão reduzir em 90% os acidentes de trabalho da sua empresa