Atendimento Nacional (11) 3133.5766

Abril Verde: mês de luto, reflexão e dedicação para continuar a missão de cuidar, conscientizar e prevenir

Olá amigos, vamos falar sobre algo muito importante para todos os profissionais da área de SST e prevencionistas em geral: Abril Verde. É o momento de entender um pouco mais sobre esta data e o que de fato tenta representar.

Vestir uma camisa, se engajar em um movimento, ter uma causa, um proposito. Todas estas são ações nobres e que devem ser estimuladas a todo instante, acreditamos que neste momento que passamos, onde perdermos pessoas, familiares, amigos, colegas… estes sentimentos ficam ainda mais aguçados.

Esperamos que este texto esclareça o tema e que possamos, todos juntos, nos unir em prol de uma causa: a da saúde e segurança dos trabalhadores.

 

HISTÓRIA

A luta por melhores condições de saúde e segurança do trabalho é antiga e começa a se estruturar melhor no século XX, ganhando corpo, com o surgimento de instituições, convenções e regulamentação. Uma das instituições mais fortes que contribuiu neste sentido é a OIT – Organização Internacional do Trabalho, fundada em 1919, que até hoje é a única agência das Nações Unidas que tem uma estrutura tripartite.

No Brasil tivemos em 1923 a criação do Conselho Nacional do Trabalho e em 1930 a criação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, todos estes decorrentes da onda mundial de preocupação com a saúde e segurança do trabalhador e dos acordos firmados no Tratado de Genebra ao final da primeira guerra mundial.

Em 1948 foi fundada a OMS – Organização Mundial da Saúde, subordinada à Organização das Nações Unidas. Na Assembleia Mundial de Saúde de 1950, promovida pela OMS, se instituiu o dia 07 de Abril com o Dia Mundial da Saúde, conciliando a data com a sua própria criação.

Em 1988, a saúde e bem-estar passa a ser lei no Brasil através do artigo 196 da Constituição Federal:

“a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

 

TRISTE REALIDADE

Mesmo com um esforço mundial, o caminho a ser percorrido é longo e os acidentes continuam a acontecer e em uma escala crescente e preocupante. E como sempre, em algum ponto da história, um acontecimento relevante se destaca e gera o engajamento necessário para que um movimento recomece e volte a crescer.

Isto aconteceu em 28 de Abril de 1969, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, quando 78 trabalhadores morreram na explosão de uma mina. Após mais um triste acidente, foi criado o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho. E a data foi oficialmente reconhecida no Brasil em maio de 2005, com a edição da Lei nº 11.121/2005.

Esta data é para que possamos relembrar de todas as perdas de vidas em acidentes do trabalho e trazer maior percepção e determinação à nossa missão de proteger pessoas.

 

ABRIL VERDE

O conceito do Abril Verde vem de duas datas: 07 de Abril, Dia Mundial da Saúde e de 28 de Abril, Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho. A casualidade de ambos acontecerem em Abril e a ligação entre os ideais destas duas datas, dão vida ao movimento do Abril Verde, os cuidados com a saúde, a conscientização e a prevenção de acidente de trabalho.

Este movimento traz à tona a necessidade de seguir na missão de cuidar, conscientizar e prevenir acidentes. É reconhecido mundialmente e a cada ano ganha mais força e visibilidade no Brasil, mas ainda estamos longe de estarmos seguros.

Há poucos dias publicamos aqui no Blog da Danny um texto que demonstra a realidade dos acidentes no país, e pudemos ver que o cenário não é positivo e ainda temos na memória recente os acidentes de Mariana e Brumadinho, além de tantos outros que muitas vezes não ganham uma visibilidade nacional como estes, mas que acontecem diariamente.

Estatísticas de acidentes do trabalho: qual é a situação do Brasil?

Por isso, é preciso SIM conscientizar, é preciso investir em treinamento e na disseminação de uma boa cultura de segurança, com EPIs de qualidade e adequados aos riscos, necessidades e a realidade de cada trabalhador brasileiro.

É preciso pensar também na saúde do trabalhador e talvez até seja necessário relembrar e entender o que é SAÚDE:

Definição de saúde da OMS: Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças.

Tendo esta definição como base e entendendo o momento em que todos estamos, os impactos da pandemia e da realidade quanto a segurança financeira da maioria das pessoas, é difícil afirmar que todos estamos bem e com saúde.

Mas a ideia aqui não é lamentar o momento, e sim prestar a homenagem a todos os trabalhadores que pereceram no exercício de seu trabalho, de nos lembrarmos de cuidar da nossa saúde, para que possamos cuidar da saúde do próximo e seguirmos firmes em nossa missão como profissionais da área de SST.

Mais uma vez a DANNY quer prestar essa homenagem e agradecer a vocês, que independente da dificuldade ou das condições de trabalho, seguem firmes como no intuito de cuidar, conscientizar e prevenir. Obrigado!

Continue com a gente e nos diga, sobre o que quer saber? FALE CONOSCO.

Abril Verde: mês de luto, reflexão e dedicação para continuar a missão de cuidar, conscientizar e prevenir